Geek Resenhas

HQ: Yowiya

05.03.2017

Yowiya é o segundo quadrinho do Hiro Kawahara e foi um projeto financiado pelo Catarse em 2016. A ideia para a história surgiu após o autor ler uma reportagem do Independent (UK) que mostrava um grupo de chimpanzés que tinham um comportamento anormal, ritualístico, e que imaginava-se ser algo com um tom religioso.

Sinopse:
Baseado em fatos reais: Pesquisadores recentemente descobriram um comportamento bizarro em grupos de chimpanzés da Guiné Ocidental, na África. Os macacos pegavam pedras para acumular entre raízes de árvores ou para atirar contra um alvo invisível, de maneira repetida, como se fosse um ritual. Segundo os cientistas, eles estariam praticando uma espécie de religião primitiva.

Baseado em fatos estranhos: Esqueça os cientistas e imaginem que esse deus dos macacos vivesse em uma dimensão onde seu único contato com o mundo terreno fossem os chimpanzés.

E que, por causa de uma brincadeira de uma criança, esse deus percebesse a existência dos humanos, ficando tão fascinado e obcecado por essas novas criaturas ao ponto de rejeitar os primatas e exigir ser idolatrado pelos homens. Porém, isso não poderia acontecer, pois sua existência era ignorada por eles.

Some-se a isso o espírito de uma modelo assassinada brutalmente, presa por muito tempo em uma dimensão escura e isolada, que conseguiu fazer contato com uma garota no mundo terreno, pedindo por sua ajuda.

A história de Yowiya é absolutamente complexa e interessante. Kipky, uma ilustradora que mora com seu gatinho Prepúcio, busca incessantemente informações sobre Manon, uma modelo francesa brutalmente assassinada, durante sua pesquisa Kipky acaba criando uma abertura no universo dos deuses esquecidos que traz Manon para dentro de seu quarto, as duas então passam a viver uma amizade intensa e divertida.

Porém durante uma viagem acidental para a outra dimensão as amigas atraem a atenção de uma pequena criatura, Yowiya, o Deus dos macacos que a pouco descobriu que existem outras criaturas, mais evoluídas e interessantes, e então deseja se tornar o Deus dos humanos. Deste ponto em diante vemos as duas amigas tentando encontrar formas de impedir que o Deus complete seu objetivo.

A qualidade do trabalho do Hiro é indiscutível, com traços extremamente detalhados e uma narrativa absolutamente surpreendente a HQ faz com que você se questione sobre o poder da idolatria. Outro ponto interessante é que todas camisetas que Kipky usa foram estampadas por ilustradores convidados, vale conferir esses detalhes.

Minha cópia foi adquirida na Artist’s Alley da CCXP, infelizmente o quadrinho não está sendo vendido no momento, mas você pode acompanhar abertura de novas vendas clicando aqui.

Sobre o Autor: Hiro Kawahara nasceu em Mogi das Cruzes em 1965, quase se formou em Biologia na USP, trocando a carreira de zoólogo pela de ilustrador em 1986. Em 1995 foi contratado como diretor de arte na Taterka Comunicações, onde teve contato com seu trabalho mais conhecido: as lâminas de bandeja do McDonald’s. Há alguns anos diversificou a carreira fazendo trabalhos mais autorais, envolvendo principalmente sketches e aquarelas de ilustrações divertidas, valorizando a ideia e o clima de bom humor.

Você pode acompanhar seu trabalho no Instagram, Facebook e Site Oficial.

POSTS RELACIONADOS:

Sem Comentários

Deixe uma Resposta